O meu equipamento fotográfico


Fazer fotografia nem sempre esteve nos meus planos, e menos a nível profissional. 
Não me considero fotógrafo, mas a verdade é que, associada à minha paixão, e ocupação a tempo inteiro, pela cozinha e pelo mundo dos bolos, veio a fotografia. Desfruto a cozinhar, a provar, a experimentar, a empratar... e desfruto também a fotografar; monto a cena, coloco os sujeitos, escolho o melhor plano e disparo. Sim, como devem imaginar, as fotografias que vos mostro não sairam (todas) à primeira, e passam por uma prova de seleção, difícil porque às vezes gosto de todas, e pela edição.
Felizmente, hoje em dia colaboro com algumas marcas de produtos alimentares, isso sempre, e babo quando vejo uma publicação ou flyer da marca com fotos minhas, sabe tão bem!
Voltando à parte de disparar, é óbvio que não basta dispor de um bom equipamento, quando não temos noções de técnica ou de composição, por exemplo; de que nos serve ter uma câmara xpto se depois não sabemos tirar partido das suas melhores características?
A minha câmara não é xpto, aliás, não é a primeira e (digo isto com medo, porque cada vez que faço um upgrade o valor aumenta...), é já a terceira que tenho, não porque as anteriores se tenham estragado, mas porque vou vendo isto de uma forma séria e, para fazer trabalhos de qualidade, preciso de um equipamento que esteja minimamente à altura.

Estes são os meus indispensáveis. Tenho mais alguns apetrechos como um set de luz contínua, alguns refletores, fundos de fotografia, os props (paninhos, pratos, tesouras...tralha!) mas isso eu mostro-vos noutro dia; aliás, já vou mostrando nos "behind the scenes" no instagram...

  1. Câmara réflex: tenho exatamente este modelo; podem comprar apenas o corpo, ou algum conjunto mais em conta com alguma objetiva, como o exemplo abaixo, que me permite também fazer vídeo
  2. Objetiva de 35 mm f/1.8 para aquele efeito desfocado e luminoso
  3. Comando à distância, imprescindível para quando queremos sair na fotografia e não temos quem dispare por nós (quando quero que as minhas mãos apareçam na cena, disparo com os dentes...)
  4. Tripé, outro imprescindível. Há opções mais económicas, mas este é o que eu tenho e estou satisfeito com ele, é robusto, tem a altura correta e a barra central que permite fazer planos picados.
  5. Mochila: para levar a câmara em viagens ou, simplesmente, para ter câmara e objetivas arrumadas e em segurança
  6. Cartão SD: convém ter vários, com maior ou menor capacidade em função do que se vai fazer
  7. Bateria extra: a quem nunca aconteceu ficar sem bateria a meio de uma sessão?
  8. Kit de limpeza: estes kits, bastante económicos, permitem manter a câmara e objetivas limpas

Se carregar nas imagens abaixo será aberta uma janela com toda a informação técnica e preço do equipamento em questão.


Como qualquer equipamento de trabalho, trata-se de um investimento. O que não quer dizer que não se possa ter um bom equipamento quando fazemos fotografia apenas como hobby.

Fotos realizadas com tripé







Sem comentários

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário