A felicidade numa bola de Berlim!



São redondas, fofas, gulosas e fazem qualquer um feliz! Até subir para a balança... Mas, aqui que ninguém nos lê, e ninguém nos vê a cara, que se lixe a balança! Queremos é ter momentos felizes e gulosos 🤗

INGREDIENTES para a massa:
450 gramas de farinha T65
50 gramas de açúcar
15 gramas de fermento fresco de padeiro
1 colher de chá de sal fino
25 gramas de manteiga amolecida
225 ml de leite morno
1 ovo
Óleo para fritar

Para o creme:
500 ml de leite
2 ovos inteiros
100 gramas de açúcar
50 gramas de maizena
Casca de 1/2 limão

Para polvilhar:
100 gramas de açúcar
1 colher de sopa de canela

PREPARAÇÃO
Comece por preparar a massa, misturando o açúcar com o leite morno, a manteiga e o fermento.
Coloque num recipiente amplo a farinha. Forme uma cavidade no centro e adicione os restantes ingredientes. Misture com uma colher de pau.
Adicione o ovo e o sal e misture.
Transfira a massa para a bancada de cozinha e trabalhe, com as mãos, ou com a batedeira, durante cerca de 10 minutos, até obter uma massa brilhante e elástica. Evite adicionar mais farinha.
Pincele um recipiente com um pouco de óleo. Coloque a massa, envolva com película aderente e depois com um pano e deixe levedar até duplicar o volume inicial.

Entretanto, prepare o creme:
Misture, numa taça, a maizena, o açúcar, os ovos inteiros e cerca de duas colheres de sopa de leite.
Leve o leite restante ao lume, juntamente com a casca de meio limão.
Assim que o leite ferver, retire a casca de limão, e verta sobre o preparado anterior, sem parar de mexer.
Volte a colocar tudo no tacho e leve ao lume, sem parar de mexer, até engrossar. Retire para um recipiente, cubra com película aderente, que deverá ficar em contacto com o creme para evitar a formação de uma crosta, e leve ao frio.

Quando a massa tiver atingido o dobro do volume inicial, verta-a sobre a bancada previamente polvilhada com farinha. Espalme, com as mãos ou com um rolo de cozinha, até obter cerca de 1,5 cm de espessura.
Com um corta-massas ou outro utensílio redondo, como um aro, com cerca de 5 cm de diâmetro, corte porções de massa, deverá render umas 12 a 15 unidades (as minhas ficaram exageradamente grandes e depois não tive desculpas para comer mais de duas 🤣).
Coloque cada círculo de massa, cuidadosamente, sobre quadrados de papel vegetal. Esta técnica dos quadrados de papel vegetal facilita o manuseamento na hora de fritar.
Tape com um pano e deixe repousar durante cerca de meia hora, até que os círculos cresçam mais um pouco.
Aqueça um tacho ou frigideira funda com cerca de 5 cm de óleo. É importante colocar bastante óleo. Reduza o fogo para a potência média e frite as bolas durante cerca de dois minutos de cada lado, até que fiquem douradas. Se o fogo estiver demasiado quente irão ficar escuras por fora e cruas no interior; pelo contrário, se o óleo não estiver quente o suficiente, irão ensopar na gordura.
Depois de fritas, escorras as bolas em papel absorvente e passe-as, ainda mornas, pela mistura de açúcar e canela.
Com a ajuda de uma faca de serra ou de uma tesoura, abra uma "boca" nas bolas, ou seja, como se fosse preparar uma sandes, mas sem soltar os extremos. 
Coloque o creme dentro de um saco pasteleiro, ou mesmo com uma colher, recheie as bolas e seja feliz! Acredito que será verdadeiramente feliz 😊 Aliás, parece que a época de praia ainda não chegou e terá mais umas semanas para disfarçar.

Preparação da massa na Yämmi:
Coloque no copo o leite, a manteiga, o açúcar e o fermento. Programe 2 Min a 37º na Vel 2.
Adicione os restantes ingredientes e programe 3 Min na função Amassar.

Preparação do creme na Yämmi:
Coloque todos os ingredientes no copo à exceção da casca de limão. Bata 10 Seg na Vel 6.
Adicione a casca de limão e programe 10 Min a 100º na Vel 4.

DICAS
Evite adicionar farinha quando estiver a trabalhar a massa, é normal ela ser pegajosa, e irá ficar elástica à medida que o glúten se desenvolve.
Para que a massa fermente mais rápido, ligue a luz do forno e coloque lá a massa, bem tapada.
Em alternativa, aqueça uma caneca com água no microondas até que ferva. Retire a caneca e coloque o recipiente com a massa.
Se não gostar de creme pasteleiro, recheie com creme de chocolate, com chocolate e avelãs, com doce de morango, de alperce, ou com nada! Estas bolas são deliciosas assim mesmo, sem grandes pretensões.




6 comentários

  1. Que máximo! Estou com imensa vontade de experimentar essa receita! Espero que fique tão boas como as suas aparentam eheh!

    ResponderEliminar
  2. Olá Rui, fiz ontem a sua receita das Bolas de Berlim, e ficaram muito boas. E são mesmo estes pequenos prazeres que nos fazem felizes. Obrigada pelas suas partilhas, um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mimi, são mesmo! Comer, e dar de comer é uma felicidade!!

      Excelente semana :*

      Eliminar

Deixe aqui o seu comentário