Desde pequeno que adoro peixe. 
Não vivo no litoral, mas a proximidade de vilas piscatórias como Caminha ou Vigo permitiram que provasse os mais diversos peixes, mas confesso que sou bem tradicional: nada supera uma bela sardinha! E lembro-me da minha avó (ainda viva, mas já um bocadinho preguiçosa) preparar sardinhas em escabeche, um escabeche ligeiramente mais avinagrado do que o meu e sem cenoura nem alho francês: bastavam-lhe um pouco de azeite, muita salsa e cebola para preparar o meu escabeche preferido que, confesso sem vergonhas, adorava comer de tarde, à hora do lanche, sentado nas escadas de casa a seu lado, com um pedaço de broa na mão.
Os tempos não são os mesmos, nem a broa, nem sequer as sardinhas! Mas as recordações vivem cá dentro e é inevitável não desejar regressar àquelas escadas, com a Necinha, e as suas sardinhas...

INGREDIENTES
100 gramas de cenoura
150 gramas de alho francês
1 cabeça de alhos
150 ml de azeite virgem extra
1/2 kg de sardinhas limpas e sem escamas
1 + 1/2 copo de vinho branco
1/2 copo de vinagre
1 folha de louro
Sal e pimenta a gosto
Coentros a gosto

PREPARAÇÃO
Corte a cenoura e o alho francês em tiras fininhas, com cerca de 5 cm de comprimento. Reserve.
Aqueça um tacho com o azeite. Adicione a cabeça de alhos, cortada ao meio formando uma flor, e com a superfície cortada voltada para baixo e o louro. Deixe corar ligeiramente e retire.
Adicione o alho francês e a cenoura e deixe cozinhar por cerca de 5 minutos. 
Tempere com sal e pimenta em grão (sem moer) e adicione o vinho branco e o vinagre. Deixe ferver durante alguns minutos, para evaporar parte do álcool. Desligue o fogão e retire.
Com uma faca bem afiada ou, como eu faço, caso se sinta à vontade para manipular as sardinhas, descole o músculo dos dois lados, removendo a espinha. Repita o processo para todas as sardinhas e enxugue-as com um pouco de papel absorvente.
Num tacho de barro ou ferro, coloque uma camada dos legumes estufados  e alguns raminhos de coentros ou salsa, como preferir.
Sobreponha uma camada de sardinhas e repita o processo até não ter mais sardinhas nem legumes.
Para terminar, regue com o molho, tape e reserve no frio durante, pelo menos, um dia.

DICAS

  1. Os escabeches ficam mais apurados e deliciosos com o passar do tempo, pelo que deverá esperar, no mínimo, um a dois dias antes de consumir.
  2. Pode armazenar o escabeche num local fresco ou no frigorífico, deixando que fique à temperatura ambiente antes de servir.
  3. Pode aplicar esta técnica para outros tipos de peixes pequenos/médios.




Enviar um comentário

Contact

INSTAGRAM FEED

© Faz e Come
Design by The Basic Page