Ainda morno com manteiga, ou já frio com uma tábua de queijos ou enchidos, não consigo dizer que não a um bom pão caseiro. Esta receita, algo mais laboriosa por causa da elevada hidratação da massa, compensa o esforço.
Este é um pão leve, crocante e bem arejado, excelente para comer ao lanche ou preparar sandes.

INGREDIENTES
400 gramas de farinha tipo 65 (com muita proteína)
350 gramas de água
7 gramas de sal fino
10 gramas de fermento fresco de padeiro (ou 3 gramas se for seco)

PREPARAÇÃO
Coloque a farinha num recipiente. Forme uma cavidade no centro e adicione a água e o fermento. Misture com a ajuda de uma colher de pau.
Adicione o sal e misture novamente.
Passe a massa para uma superfície limpa, sem farinha, e trabalhe a massa, com as mãos, durante cerca de 10 minutos.
Por se tratar de uma massa com um elevado nível de hidratação, é normal que esta se agarre às mãos e à bancada.
Unte um recipiente rectangular ou quadrado com cerca de 30 cm de lado com um pouco de óleo.
Ajudando-se de uma espátula, recolha a massa das mãos e da bancada e deposite-a no recipiente.
Tape com película aderente e deixe repousar durante cerca de uma a duas horas ou até que a massa tenha quase triplicado o seu volume inicial.
Polvilhe a bancada de cozinha com uma dose generosa e farinha e dê a volta ao recipiente, até a massa se descolar. Deixe repousar cerca de 5 minutos.
Entretanto, ligue o forno nos 250º, de preferência com uma pedra para pão lá dentro.
Polvilhe a massa com bastante farinha, até se formar uma camada com cerca de 1a 2 mm e, com as mãos, mas realizando movimentos rápidos e precisos, estique ligeiramente os cantos da massa, de forma a obter um rectângulo com cerca de 1,5 cm de espessura.
Com uma faca bem afiada, ou passada por água fria, divida a massa em 6 ou 8 rectângulos, em função do tamanho desejado.
Forre um tabuleiro liso, sem bordos, com papel vegetal, polvilhe com farinha e disponha, cuidadosamente, os pães.
Deslize o papel vegetal com os pães para cima da pedra no forno, caso disponha, ou coloque o tabuleiro diretamente no forno.
Passados 10 minutos, reduza a temperatura do forno para os 200º e deixe cozer por mais cerca de 15 a 20 minutos.
Deverá obter uns pães bem dourados e chocantes.

DICAS:
Se bem que na maior parte das massas devemos evitar a adição extra de farinha, neste caso torna-se imprescindível polvilhe generosamente a bancada e massa, para poder manuseá-la.
Para um pão ainda mais chocante, coloque no forno, no momento em que o liga, um recipiente pequeno (tipo uma forma para queque) com água, que irá produzir o vapor necessário para formar uma crosta mais firme.




3 comentários

  1. Olá boa noite tenho duas perguntas a fazer e deixo para já o meu obrigada. Qual a farinha que usa e onde se compra essa pedra?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá cara Mila, a farinha deve utilizar, como lhe disse noutro post, aquela que tiver mais proteína. Costumo comprar no link abaixo, tanto a farinha como a pedra:
      https://www.elamasadero.com/piedras-para-horno/66-piedra-para-horno-delgada.html?search_query=piedra&results=62

      Espero ter ajudado ;)

      Eliminar
  2. jazuz, Rui, que bom aspecto!!! isto até é criminoso que eu não resisto a pão e já estou a sofrer aqui pr não ter esse ao meu alcance eheheheh.
    https://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Contact

INSTAGRAM FEED

© Faz e Come
Design by The Basic Page