Confesso que tive guerra aberta com as pavlovas, talvez por elas terem fama de serem delicadas, ou por eu ser demasiado trapalhão quando quero fazer algo à pressa, a palavra inimiga das ditas... Mesmo assim, e como nãos ou homem de me render, voltei a fazer uma e outra pavlovas e, confesso, começamos a entender-nos.
Relativamente a esta que hoje vos apresento, é das mais simples, até porque não precisamos de alisar os discos, eles ficam bem bonitos assim com picos,  o que lhes dá um ar rústico e romântico ao mesmo tempo.
Mas passemos à receita:



INGREDIENTES
6 claras de ovo (cerca de 210 gramas)
300 gramas de açúcar
1 colher de sopa de vinagre
1 colher de sopa de maizena

Para o recheio:
500 gramas de morangos
200 ml de natas gordas para bater (bem frias)
1 colher de sopa de açúcar em pó

PREPARAÇÃO
Preaqueça o forno nos 150º.
Forre dois tabuleiros grandes de forno com papel vegetal. Desenhe em cada folha de papel dois círculos distanciados um do outro, com aproximadamente 15 cm de diâmetro. Dê a volta ao papel, polvilhe com um pouco de maizena e reserve.
Bata as claras e, assim que começarem a fazer espuma, adicione o açúcar, gradualmente, juntando apenas uma colher de sopa de cada vez.
Bata até que não se notem os grânulos do açúcar e o  merengue esteja firme.
Adicione o vinagre e a maizena e envolva com a ajuda de uma espátula de silicone.
Distribua o merengue pelos quatro círculos e alise ligeiramente (é importante não perder muito tempo nesta fase, pois o merengue perderá estabilidade se o manusear em demasia).
Leve ao forno, reduza a temperatura para os 120º e deixe cozinhar durante cerca de uma hora, sem NUNCA abrir a porta do forno.
Passado o tempo, espere que as bases de suspiro arrefeçam completamente dentro do forno.

MONTAGEM
Coloque, no prato de serviço, um disco de suspiro.
Barre com as natas previamente batidas com o açúcar em pó e decore com alguns morangos cortados.
Alterne camadas de suspiro, natas e morangos.
Termine com alguns morangos inteiros e polvilhe com um pouco de açúcar em pó.

DICAS

  • Sempre que utilizar claras, estas deve estar à temperatura ambiente. Pode utilizar congeladas ou refrigeradas, mas é vital esperar que estas fiquem à temperatura ambiente antes de serem empregues em receitas deste tipo.
  • Todos os utensílios: taça da batedeira, varas, espátulas, devem estar absolutamente limpos de gorduras, isto facilitará que as claras incorporem todo o ar possível.
  • Adicione o açúcar gradualmente, à medida que este se for integrando no merengue.
  • Assim que adicionar o vinagre e a maizena, é de extrema importância fazê-lo com movimentos muito cuidadosos, para não colocar em causa todo o trabalho feito até ao momento.
  • Caso pretenda fazer um suspiro de chocolate, pode adicionar uma colher de sopa de cacau juntamente com a maizena.
  • Nunca abra o forno antes do tempo recomendado na receita.




Enviar um comentário

Contact

INSTAGRAM FEED

© Faz e Come
Design by The Basic Page