Já vos tinha falado do novo livro da minha amiga Rocío aqui, e há uns dias que andava com vontade de experimentar algumas receitas. Decidi começar por esta que, apesar de ser das mais simples, resulta numas rosquinhas bem aromáticas e deliciosas, que aguentam vários dias.
Estas rosquilhas de Gondomar (Galiza) são também uma excelente opção para  a mesa de natal, ou para colocar em pequenas latas e oferecer.


INGREDIENTES
500 gramas de massa folhada (2 placas de 250 gramas cada)
30 gramas de manteiga derretida
1/4 chávena de açúcar
1/4 chávena de água
1/4 chávena de mel
Açúcar q.b para polvilhar

PREPARAÇÃO
Preaqueça o forno nos 200º.
Coloque uma das placas na bancada polvilhada com um pouco de farinha. Estenda até obter um retângulo com cerca de 5 mm de espessura.
Pincele com a manteiga derretida.
Estenda a outra placa de massa folhada até ficar com o mesmo tamanho e espessura e sobreponha-a.
Faça alguma pressão com o rolo da massa, mas sem estender.
Ajudando-te de um cortador circular para bolachas com cerca de 5 cm, corte a massa em círculos.
Com um cortador mais pequeno, com cerca de 2,5 cm, retire o centro dos círculos.
Distribua os aros de massa num tabuleiro forrado com papel vegetal e leve ao forno durante cerca de 20 minutos, ou até que as argolas fiquem altas e douradas.
Retire e deixe arrefecer.
Entretanto, coloque o açúcar, o mel e a água num tacho pequeno e leve a lume brando, mexendo de vez em quando, até engrossar ligeiramente mas sem deixar que ferva.
Ajudando-se de uma pinça ou de dois garfos, passe as rosquilhas pela calda e polvilhe-as generosamente com açúcar.

DICA DA ROCÍO
Se bem que são deliciosas no momento em que são feitas, estas rosquilhas ficam ainda melhores no dia seguinte. (se lá chegarem...)






1 comentário

  1. Estas não me escapam... e com o Natal no Minho! Vão saber mesmo bem :-)
    kisses
    C

    ResponderEliminar

Contact

INSTAGRAM FEED

© Faz e Come
Design by The Basic Page