A minha paixão por pães doces (e outros não doces) continua a crescer e não resisto a experimentar cada vez mais formas e recheios para os mesmos. Apesar de haver um vasto leque de receitas de massas de brioche, para este efeito achei que esta seria a mais correta. Podem também ver os pães de Deus que fiz com a mesma massa aqui
Mas mudando de assunto, no supermercado encontrei, no outro dia, Tulicreme; não tem o mesmo sabor que tinha quando o comia generosamente barrado no pão quando era miúdo, mas  mesmo assim não lhe consegui resistir. Confesso, soube-me tão bem pecar e "besuntar" a massa com este creme!
Aí em casa, se preferirem, podem utilizar creme de chocolate e avelãs ou, simplesmente uma mistura de margarina com açúcar e chocolate em pó em partes iguais, experimentem ;)

INGREDIENTES

300 gramas de farinha tipo 65 sem fermento
10 gramas de fermento fresco de padeiro
60 gramas de açúcar
2 gemas
125 ml de leite meio gordo morno
60 gramas de manteiga fria
1 colher de chá de sal
1 chávena de creme de chocolate (utilizei tulicreme)
Açúcar em pó q.b para polvilhar

PREPARAÇÃO
Coloque numa taça a farinha e o açúcar. Forme uma cavidade no centro e adicione as gemas, o sal, o fermento e o leite. Amasse, de dentro para fora, até obter uma massa consistente.
Transfira a massa para uma bancada limpa e ligeiramente polvilhada com farinha e trabalhe-a com as mãos, até se descolar destas.
Adicione a manteiga, bem fria, cortada em pedaços e volte a amassar (é normal que fique tudo agarrado à bancada, e que a massa pareça estragada, mas é assim mesmo) até se descolar da bancada e das mãos.
Forme uma bola com a massa e coloque-a num recipiente untado com um pouco de gordura, tape com um pano e deixe repousar até dobrar o volume inicial.
Assim que a massa tiver levedado, amasse-a ligeiramente para desgaseificar e estenda-a, com um rolo de cozinha, até obter um rectângulo.
Barre com o creme de chocolate e, fazendo alguma pressão com os dedos, enrole até obter um cilindro comprido.  Ajudando-se de uma faca bem afiada e tendo o cuidado de deixar cerca de 2 cm num dos extremos corte, na longitudinal, o cilindro em três partes; forme uma trança, junte os extremos e, muito cuidadosamente, transfira-a para uma forma de bolo inglês previamente untada com um pouco de manteiga.
Deixe repousar durante mais 30 a 40 minutos, até que volte a aumentar o volume. Entretanto, aqueça o forno nos 180º e cozinhe durante cerca de 30 minutos.
Deixe arrefecer sobre uma grelha e polvilhe com um pouco de açúcar em pó.



1 comentário

Contact

INSTAGRAM FEED

© Faz e Come
Design by The Basic Page