Nos dois dias que estive nos Açores provei os bolos lêvedos das Furnas, confesso que não me lembrava de comer um pão tão saboroso e "engraçado"; é impossível nãos os comparar com o Bolo do Caco da Madeira, feito com batata doce, mas sem adição de açúcar, o que não acontece nos lêvedos; a receita resume-se a uma mistura de farinha, açúcar, ovos, fermento, leite e manteiga que, devido ao processo de fermentação, os torna tão leves e deliciosos! 

Ao pequeno almoço barrados com manteiga e um pouco de doce de figo, com uma fatia de queijo e fiambre ou simples, ao lanche ou até mesmo a acompanhar a refeição! Foram o meu jantar na noite em que regressei; quando cheguei ao hotel, já tarde e sem vontade de sair para jantar, abri a mala e lá estavam eles, à espera que eu os entregasse aos amigos e família em forma de souvenir, mas preferi poupar-lhes a viagem de regresso até Monção e o fim deles foi ali, naquele quarto de hotel, acompanhados de uma meia de leite feita numa cafeteira que insistia em não aquecer... modernices!

Dou-vos um conselho: não os experimentem ainda quentes, barrados com manteiga, por favor! 
Se não resistirem, depois de comer dois, ou três lembrem-se que eu avisei-vos! :p

INGREDIENTES
Receita adaptada daqui
500 gramas de farinha tipo 65 sem fermento
125 gramas de açúcar
125 gramas de manteiga
15 gramas de fermento fresco de padeiro
200 ml de leite gordo morno
2 ovos
1 colher de chá de sal

PREPARAÇÃO
Coloque a farinha num recipiente. Abra uma cavidade no centro e adicione o açúcar, os ovos, a manteiga amolecida, o leite e o fermento. Misture com a ajuda de uma colher de pau até começar a formar uma massa.
Adicione o sal e misture bem com as mãos. Transfira a massa para uma bancada ligeiramente polvilhada com farinha e trabalhe-a, amassando até que esta praticamente se descole da bancada e das mãos.
Forme uma bola e coloque-a num recipiente polvilhado com farinha. Volte a polvilhar com farinha e tape com um pano. Deixe levedar num local tépido até dobrar o volume inicial (cerca de duas horas).
Passe a massa novamente para a bancada de trabalho. Divida em porções do mesmo tamanho.
*Eu optei por fazer 20 bolos lêvedos com cerca de 55 gramas cada.
Forme pequenas bolas, fazendo com que estas rodem pela bancada com a ajuda das mãos.
Estenda um pano de cozinha limpo, de preferência de linho, polvilhe abundantemente com farinha e disponha nele as bolinhas de massa, tendo o cuidado de deixar cerca de 5 cm entre cada.
Volte a polvilhar com farinha e tape com outro pano limpo.
Deixe levedar novamente até aumentarem de volume e notar que a massa está mais leve (entre uma a duas horas).
Entretanto, aqueça uma frigideira em lume brando. Espalme ligeiramente os bolos com a ajuda de um prato ou com as mãos e coloque-os na frigideira, ate ficarem dourados e fofinhos; dê a volta e deixe cozinhar até ficarem bem dourados dos dois lados.
Retire-os para um cesto e abafe com um pano enquanto faz os restantes.

DICAS
Apesar de assim simples serem excelentes, para melhor desfrutar deles, barre-os com uma boa manteiga dos Açores e compota, ou recheie com uma fatia de queijo, vai ver que ficam uma delícia!
Se estiverem a pensar investir em frigideiras de qualidade como a da foto, podem fazê-lo aqui; os portes são grátis a partir de 40€ e recebem a vossa encomenda num prazo de 24/48 horas.









4 comentários

  1. Aguardo a minha frigideira para poder fazer estas tuas deliciosas e tentadoras beldades :)

    ResponderEliminar
  2. Esperamos que não tarde muito em chegar ;)
    Um beijinho grande, querida Lúcia!

    ResponderEliminar
  3. Olá tb estou tentada a fazer mas têm de ser com frigideira especial?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mila! De todo ;) Pode fazer em qualquer frigideira mas, de preferência, antiaderente ;) Pode também fazê-los numa chapa quente.

      Experimente e não hesite em partilhar o resultado...
      Um abraço!

      Eliminar

Contact

INSTAGRAM FEED

© Faz e Come
Design by The Basic Page