Hoje celebra-se o dia de Santiago Apóstol na vizinha Galiza (estou a escassos kms); é feriado e achei que seria o momento ideal para voltar a fazer a típica Tarta de Santiago, que não é mais do que uma tarte simples feita com ovos, de preferência biológicos, amêndoa moída e açúcar. Há quem faça uma "concha" com massa quebrada, mas a receita tradicional é assim simples.
Para quem não sabe, formei-me em cozinha e pastelaria há coisa de 15 anos e, no final do curso, tive a oportunidade de fazer Erasmus em Espanha, mais concretamente no Hostal dos Reis Catolicos, em Santiago de Compostela. Foi uma experiência que durou 6 semanas e garanto-vos, foi das melhores que já tive até hoje,além de se tratar de um edifício com história (antigo hospital no tempo da guerra), a arquitetura e cozinha são, sem dúvida, uma referência. Lembro-me de passar por todas as cozinhas do hotel: a cozinha principal, a cozinha do Enxebre-  um restaurante de tapas e marisco mais "acessível"anexo, a cozinha dos grandes serviços (mais de 300 pessoas inclusive) e da pastelaria, a minha preferida; era aqui que se faziam as madalenas, croissants e churros, para os pequenos almoços,  empanadas, bolos, tartes e tantas outras coisas deliciosas e requintadas (para um rapaz tímido de 17 anos que, pela primeira vez, passava mais de duas semanas sem ir a casa). Foi aqui que, pela primeira vez, vi fazer e provei a tão afamada Tarta de Santiago. Passaram-se os anos e acabei por me esquecer da receita, mas nada que a Rocío não tenha resolvido. Numa das visitas da amiga Rocío do delicioso blog Cocina de mi abuelo, comentei a perda da receita e ela diz rápido e em bom som: 5 ovos, 250 gramas de açúcar e 250 gramas de amêndoa moída!! Esta receita já não volta a esquecer, até porque a proporção é a mesma para todos os ingredientes.
Deixo-me de paleio, que hoje estiquei-me e deixo-vos a receita, com as quantidades  ligeiramente reduzidas para fazer numa forma de 20 centímetros.
Só mais uma coisita, esta tarte é dedicada a todos os galegos que fazem partem da minha vida! Esta vai por vós!

INGREDIENTES
150 gramas de açúcar branco
150 gramas de farinha de amêndoa
3 ovos médios
Açúcar em pó q.b

PREPARAÇÃO
Preaqueça o forno nos 170º.
Bata os ovos com o açúcar, mas só até duplicar o volume, não queremos um creme fofo e volumoso.
Adicione a farinha de amêndoa e envolva com a ajuda de uma espátula de silicone.
Verta a massa numa forma com 20 cm de diâmetro untada com manteiga, forrada com papel vegetal e novamente untada com manteiga.
Leve ao forno durante cerca de 25 minutos. Faça o teste do palito, mas não é necessário que este venha completamente seco. Retire do forno e deixe arrefecer em cima de uma rede.
Depois de fria, polvilhe a tarte generosamente com açúcar em pó

DICAS
  • Pode adicionar raspa de limão ou uma colher de chá de canela moída à massa. Cá em casa gostamos dela assim, simples, onde o sabor da amêndoa prevalece.
  • Para fazer o desenho na tarte, imprima em cartolina uma destas imagens e recorte-a. Cole no centro um pedaço de cartão para ser mais fácil retirar a silhueta sem estragar o desenho no açúcar, como pode apreciar nas fotos.








SalvarSalvarSalvarSalvar

2 comentários

  1. Fabulosa esta tarte, uma tarte simples de fazer com um sabor inconfundível e (também para mim) cheia de boas recordações.
    Fiquei encantada com tanta maravilha que vi por aqui. Perdi-me completamente no meio de tanta receita e foto que me transportam para a sua mesa.
    Parabéns! Que trabalho fantástico.

    ResponderEliminar

Contact

© Faz e Come
Design by The Basic Page