Acabaram-se as vindimas e, apesar de ter a secretária cheia de material e papeladas para preparar aulas e os  menus do novo restaurante que vou assumir, há sempre um bocadinho para conservar aquilo que dá cor aos campos verdes rodeados de vinhas de tons avermelhados, que se vão intensificando à medida que as folhas abandonam  a planta mãe, para que esta consiga superar o frio do inverno de braços despidos, erguidos ao encontro dos ténues raios solares. E como ninguém resiste a umas bolachas de água e sal coloridas com uma doce compota, cá vai a experiência de hoje ;)

Ingredientes:
1 kg de abóbora limpa de casca e sementes
350 gramas de açúcar amarelo
350 gramas de açúcar refinado
2 paus de canela
Raspa e sumo de 2 tangerinas

Preparação na Bimby:
Corte  a abóbora em pedaços e coloque juntamente com  o açúcar no copo. 
Triture 15 segundos na velocidade 10
Adicione a canela, a raspa e o sumo de tangerina.
Substitua o copo de medida pelo cesto e coloque-o em cima da tampa.
Programe 45 minutos a 120º na velocidade 1.
Distribua por frascos esterilizados, tape e volte com a tampa para baixo até arrefecer.

Método tradicional:
Corte a abóbora em pedaços e leve ao lume numa panela juntamente com os restantes ingredientes.
Deixe apurar, mexendo, durante cerca de uma hora até obter o ponto de estrada (quando passar a colher no fundo da panela, abre-se uma "estrada".
Distribua por frascos esterilizados, tape e volte com a tampa para baixo até arrefecer.

Enviar um comentário

Contact

INSTAGRAM FEED

© Faz e Come
Design by The Basic Page