Parece que o calorzinho veio finalmente para ficar. Em época de morangos é inevitável não recorrer a eles, uma vez que há uma infinidade de opções para este pequeno fruto de que todos tanto gostamos. Hoje foi a vez de fazer uma charlotte, que alguns fazem com palitos de champagne, mas eu prefiro fazer com bolinho caseiro.
Ingredientes para o bolo:
4 ovos
200 gramas de açúcar
175 gramas de farinha
Para o creme:
500 gramas de morangos
200 gramas de açúcar
350 ml de natas
5 folhas de gelatina neutra
Mirtilos e menta para decorar
Para o crumble:
100 gramas de bolacha digestiva ou outra
25 gramas de manteiga

Lavamos os morangos e cortamos em metades, reservando alguns para decorar; Colocamos num tacho, juntamente com 200 gramas de açúcar e 50 ml de água. Levamos ao lume e deixamos ferver durante cerca de 8 minutos. Trituramos com a varinha mágica. Colocamos as folhas de gelatina num recipiente com água fria durante cerca de 5 minutos; escorremos e adicionamos ao puré de morangos; mexemos bem e reservamos.
Ligamos a forno a 180º. Untamos um tabuleiro grande com manteiga, forramos com papel vegetal e voltamos a untar. Num recipiente, batemos os ovos juntamente com o açúcar até triplicar de volume e formar um creme esbranquiçado. Cuidadosamente, envolvemos a farinha com a ajuda de uma colher. Vertemos o preparado no tabuleiro e cozinhamos durante cerca de 15 a 20 minutos.
Quando a base estiver cozida, retiramos do forno e deixamos arrefecer um pouco. Barramos ligeiramente com um pouco do puré de morangos e enrolamos como uma torta normal, fazendo alguma pressão; deixamos repousar até arrefecer.
Cortamos a torta em fatias com aproximadamente 1 cm de espessura e forramos com elas o fundo e paredes de uma forma com fundo amovível.
Batemos as natas até ficarem firmes, momento em que adicionamos metade do puré de morangos e misturamos bem. Despejamos na forma forrada com a torta e levamos ao congelador durante cerca de 20 minutos. Retiramos do congelador e acabamos de encher a forma com o restante puré de morangos, formando uma capa gelatinosa. Voltamos a reservar no congelador durante mais meia hora.
Para o crumble, trituramos as bolachas e colocamos numa frigideira juntamente com a manteiga até que a mesma seja completamente absorvida pelas bolachas e estas ganhem uma cor dourada. Retiramos do fogo e reservamos.
Um pouco antes de servir, decoramos com o crumble, os mirtilos, alguns morangos e folhas de menta.

1 comentário

Contact

© Faz e Come
Design by The Basic Page